Por que não caminhamos sozinhos?

Desde a pré-história somos seres que utilizam a cooperação como forma de sobrevivência. Dessa forma, cooperar não é só uma ação positiva, no sentido de ajudar o próximo, mas de ajudar a si mesmo, especialmente quando o desejo é sobreviver.

 Nessa mesma esteira, é possível crer que não caminhamos sozinhos, ainda que, em muitas situações, acreditamos que isso aconteça, especialmente quando estamos numa posição de destaque, nas conquistas e nas vitórias.

Caminhar sozinho pode até ser um sonho, mas que talvez nunca seja realizado. O que isso quer dizer? Que você pode até ser independente, emocional ou financeiramente, mas ainda assim não caminhará sozinho. Somos seres dependentes e necessitamos de cooperação.

Um técnico de futebol só é considerado bom e vencedor, quando consegue que a sua equipe seja unida e alcance juntos os troféus disputados. Do mesmo modo é o gerente de uma empresa, que através da sua equipe, atinge as metas estabelecidas. Numa família é a mesma coisa. Famílias cujos membros interagem mais e cooperam são mais felizes e também conseguem, de alguma forma, resolver melhor os problemas pelos quais todas as família passam.

Parece que estou dizendo o óbvio, mas é. A cooperação entre funcionários, amigos, familiares, vizinhos, moradores de um mesmo bairro, ou ainda numa cidade, tornam as ações mais efetivas, os sonhos mais possíveis, a vida mais fácil. Quando você não sabe, o outro te ensina; quando o outro tem dificuldades, você estende o braço; quando o desespero aparece, surge sempre uma esperança. É assim na vida.

Podemos até não concordar muito com essa visão, mas é ela que nos mostra que não existe o caminhar sozinho. Alguém diz: “Eu sou autodidata”. Ótimo! Você aprendeu sozinho, mas não sem a ajuda de um livro, e esse livro foi escrito por alguém, então, o mérito não pode ser só seu, ele precisa ser dividido. E talvez aí esteja o xis da questão. Muitos não querem dividir. E não falo aqui de dinheiro, e sim de amor, afeto, atenção e como não poderia deixar de ser – de cooperação.

Não nascemos sozinhos, precisamos sempre de alguém, da concepção até a morte. Não caminhamos sozinhos, alguém nos acompanha, seja família, amigos, colegas, vizinhos, Deus. Não podemos aceitar a ideia de que somos vitoriosos sem pensar naqueles que nos acompanham. Ninguém escreve um livro sozinho. Ninguém chega ao topo sozinho. Ninguém chega ao poder sozinho. Tem sempre mais gente ao nosso lado do que possamos imaginar. Aliás, tem gente que nem estava perto, ao lado, mas que de longe rezava por nós.

Nunca caminharemos sozinhos, porque somos providos de amor. E quem ama, sempre pensa no outro.

Publicado por Ralph Neves

Não sei bem me definir...Gosto de escrever, talvez porque gosto muito de ler. Sou curioso e tenho muitas dúvidas, mas não sou cético, porque acredito em muitas coisas e ao mesmo tempo não creio em nada. Muitas vezes penso que sei, e descubro que não sei nada. A frase atribuída a Descartes ajuda a me definir: "Daria tudo que sei pela metade que ignoro". Estou sempre procurando e talvez não encontre, mas o que realmente importa? Certamente é o caminho da busca...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: