Você se importa com os detalhes?

Detalhe é algo simples, pequeno, uma particularidade que muitas vezes não damos o valor devido. E ele geralmente aparece ou se torna importante quando menos esperamos.

Você está assistindo a uma aula e sai antes que ela termine. Naqueles últimos quinze minutos o professor explica uma parte do conteúdo que estará presente na próxima avaliação. O aluno perde média exatamente porque não assistiu à explicação e acabou não indo tão bem na prova como esperava.

Paulo não foi aprovado no concurso por causa de uma questão. Essa questão tinha peso três e se tivesse acertado hoje seria servidor público. Karine candidatou-se a uma vaga de emprego na empresa X e chegou atrasada dois minutos para a entrevista marcada para as 15 horas. Resultado? Foi desclassificada.

Fernando saiu cedo de casa para participar de uma entrevista de emprego. Tomou banho, aparou a barba, escovou os dentes, colocou a melhor camisa e foi. Tudo parecia tranquilo até o seu celular tocar durante a entrevista. Resultado? Não foi aprovado.

Detalhes são importantes porque podem definir as nossas vidas – profissional e pessoal. Uma resposta mais ríspida de alguém pode nos indicar o temperamento daquela pessoa com a qual gostaríamos de relacionar. Um inseto na cozinha do restaurante pode significar falta de higiene no estabelecimento. Um minuto, dez centímetros ou uma questão marcada como certa ou errada podem salvar uma vida ou ajudar a destruí-la, levar alguém ao fracasso ou ao sucesso. Infelizmente é assim, é no detalhe que estão as vitórias, e as derrotas também.

Preocupamos demasiadamente com o resultado, mas muitas vezes deixamos o detalhe de lado. Focamos em bater a meta, fazendo de tudo para alcançá-la, mas esquecemos que ao lado tem um colega que não conseguiu e vibramos mesmo assim, porque a derrota dele é apenas um detalhe. O que conta mesmo é a nossa vitória.

Como se pode ver, os detalhes são importantes tanto nas conquistas quanto nos reveses. Olhamos sempre para o centro e esquecemos da periferia. Lemos todo o conteúdo, mas não nos apegamos aos detalhes; limpamos os quartos e as salas e esquecemos a poeira em cima dos móveis, por quê? Talvez porque ninguém esteja vendo, além de nós. É o que achamos, mas pode não ser assim.

Estamos sempre sendo avaliados a todo instante e é nos detalhes que vão escolher entre você e o outro. Uma frase mal colocada, um furo na camisa, um cadarço desamarrado, um piscar malicioso de olho, um toque indevido, uma lágrima ou um sorriso, tudo pode fazer uma grande diferença. O erro e o acerto estão bem próximos, sendo distintos por algo muitas vezes imperceptível – o detalhe.

Publicado por Ralph Neves

Não sei bem me definir...Gosto de escrever, talvez porque gosto muito de ler. Sou curioso e tenho muitas dúvidas, mas não sou cético, porque acredito em muitas coisas e ao mesmo tempo não creio em nada. Muitas vezes penso que sei, e descubro que não sei nada. A frase atribuída a Descartes ajuda a me definir: "Daria tudo que sei pela metade que ignoro". Estou sempre procurando e talvez não encontre, mas o que realmente importa? Certamente é o caminho da busca...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: