Você já errou?

Se são nossos, os erros são aprendizados ou experiências, se são cometidos pelos outros, são falhas gravíssimas, provenientes de algum tipo de negligência. Apontar o erro alheio é muito fácil, difícil mesmo é olhar pra dentro e reconhecer aqueles que você cometeu.

Na nossa sociedade errar é sempre sinônimo de fracasso, de inferioridade. Se cometemos algum erro, seremos lembrados pelo resto da vida. Já os acertos são enaltecidos. Mas quantos erros foram necessários para alcançarmos uma vitória que valeram os aplausos?

Vamos refletir! Se hoje você tem um casamento feliz, quantos namoros tiveram que “dar errado” para você mudar a sua conduta e ser um esposo ou esposa melhor? Uma cozinheira, na sua arte, não acerta sempre o prato preferido. Ela vai testando até achar o ponto ideal, daí vira receita. Não chegamos à excelência de nada na vida somente acertando. Estejamos certos disso!

Aquele que não tiver pecado, que atire a primeira pedra”, disse Jesus. Mas quando erramos, podem estar certos de que a pedrada é certeira. O erro é como uma sentença de morte, na qual as pessoas vão sempre lembrar e apontar: “Foi ele o culpado”.

No entanto, esquecemos ou ignoramos que o erro é inerente ao ser humano. Aprendemos errando, seja no trabalho ou em casa. E é no erro que crescemos, que fazemos descobertas, que nos conhecemos mais e que passamos a compreender que errar é factível, e que o outro também pode cometê-lo.

Portanto, se você já errou, não fique remoendo o erro. E se alguém já errou contigo, faça como Alexander Pope, poeta britânico, que eternizou a frase: “Errar é humano; perdoar é divino”.

Publicado por Ralph Neves

Não sei bem me definir...Gosto de escrever, talvez porque gosto muito de ler. Sou curioso e tenho muitas dúvidas, mas não sou cético, porque acredito em muitas coisas e ao mesmo tempo não creio em nada. Muitas vezes penso que sei, e descubro que não sei nada. A frase atribuída a Descartes ajuda a me definir: "Daria tudo que sei pela metade que ignoro". Estou sempre procurando e talvez não encontre, mas o que realmente importa? Certamente é o caminho da busca...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: