Por que escolhemos o mesmo lado?

Façamos um exercício. Coloque uma de suas mãos sobre um dos seus olhos, tapando-o. O que vai acontecer? Certamente seu ângulo de visão diminuirá, fazendo com que você tenha dificuldade de enxergar algum objeto ou o lado no qual ele está.

É assim que agimos quando escolhemos um lado; esquecemos o outro. Se passo a enxergar tudo pelo lado esquerdo, deixo de observar o lado direito e vice-versa. E quando faço isso, passo a crer que tudo o que está de um lado é verdadeiro e o que está do outro é falso.

A nossa vida é repleta de antagonismos. Gostamos da noite, mas precisamos do dia também. O que seria da felicidade se não houvesse a tristeza? Como daríamos valor à vida se não existisse a morte? Que graça teria se todos nós enxergássemos tudo à nossa volta sempre pelo mesmo lado?

Reparem que quando tapamos uma das vistas com a mão, ainda assim, se esforçarmos, conseguiremos ver o lado oposto. É difícil, mas enxergamos. E por que isso acontece? Por dois motivos. Primeiro, porque há uma boa vontade no olhar em superar os obstáculos. Segundo, por necessidade. É quando o que eu vejo já não mais me agrada ou satisfaz. Preciso ampliar meu horizonte, e isso só se dará com outro olhar.

A vida para ser bem vivida pede-nos que olhemos para todos os lados, porque em cada um deles, a paisagem será diferente. Temos que sair de nossas cavernas, pois só veremos a luz quando entendermos que estamos na escuridão.

Publicado por Ralph Neves

Não sei bem me definir...Gosto de escrever, talvez porque gosto muito de ler. Sou curioso e tenho muitas dúvidas, mas não sou cético, porque acredito em muitas coisas e ao mesmo tempo não creio em nada. Muitas vezes penso que sei, e descubro que não sei nada. A frase atribuída a Descartes ajuda a me definir: "Daria tudo que sei pela metade que ignoro". Estou sempre procurando e talvez não encontre, mas o que realmente importa? Certamente é o caminho da busca...

4 comentários em “Por que escolhemos o mesmo lado?

  1. Parabéns, meu amigo (a pessoa mais organizada que eu já conheci). Sempre aprendi muito contigo e lendo seu blog continuo a aprender. Não me canso de dizer: obrigado pelo livro que mudou minha vida. Grande abraço.

    Curtir

    1. Salmo, agradeço pelas palavras elogiosas, que vindas de você me trazem mais motivação para a escrita. Só faço uma ressalva no seu comentário: não foi o livro que mudou sua vida e sim você, meu amigo. O livro foi só um estímulo, porque os outros 99% eu sabia que você tinha. Um grande abraço.

      Curtir

      1. Obrigado. Um belo estímulo vindo de um ser humano de grande sensibilidade. Continue escrevendo. Você escreve muito bem. Não pode guardar suas ideias só para você.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: